Taça para espumante: qual a última tendência? – Confraria do Vinho
Qualidade e diversidade destacam uvas brasileiras
2 de novembro de 2018
Decanter: para realçar aroma e sabor
7 de novembro de 2018
Exibir tudo

Taça para espumante: qual a última tendência?

(Foto Daniel Conzi)

Quando se fala em espumante ou champanhe, qual é o primeiro tipo de taça que vem à cabeça? Para muito a resposta é o tipo flûte, aquela taça alta e fina. Mas para os conhecedores do assunto cada vez mais a taça ideal para se degustar o champanhe ou espumante tem outro formato. Segundo especialistas do mundo todo, a melhor taça é aquela de bojo largo, mais aberto no meio e bocal estreito. Uma boa taça de vinho é o ideal para se degustar o espumante e extrair dele o que tem de melhor tanto em aroma quanto em sabor.

O modelo sparkle é a última tendência em taças para espumantes. Ele tem proporções perfeitamente estudadas e equilibradas. A amplitude da boca e a linearidade das paredes permitem que os aromas e a perlage sejam transportados para cima e diretamente para a boca, enfatizando ao máximo todas as qualidades do vinho.

Se você tem uma taça do modelo Borgonha em casa tente degustar sua próxima espumante nela. Com certeza você terá uma experiência totalmente diferente do que já teve até hoje. Esse modelo vai revelar muito sobre os aromas do espumante, não prejudica sua perlage e ajuda a manter a temperatura, desde que a quantidade servida seja pequena. As mesmas dicas servem para a taça chamada universal.

A velha conhecida flûte é aquela de modelo fino, alongado e reto. É ideal para quem gosta de ver as bolhas subindo, já que ajuda a manter as bolhas por mais tempo.  Quem gosta de degustar espumantes mais jovens e leves ela é uma boa opção. Mas para quem gosta de apreciar o paladar e aroma dos espumantes, ela vem sendo deixada de lado porque nivela a bebida por baixo, esconde imperfeições e não ressalta a qualidade.

Outro modelo disponível no mercado é a tulipa. Se você pensar na flor vai remeter ao tipo de taça. Elas são alongadas como um flauta e se alargam antes de se fechar nas bordas. Esse modelo é um meio termo entre a flûte e a Borgonha, também ajuda a manter a perlage, aroma e sabor da bebida.

Cristal ou vidro?

Em todos os modelos um fato a ser considerado é o material de que é feito o copo. As taças de cristal têm a superfície mais porosa e contribuem para manter por mais tempo as bolhas tão desejadas. Sem o atrito da superfície irregular do cristal, o gás carbônico dos espumantes e vinhos frisantes pode não formar as borbulhas.

Em Florianópolis, a Confraria do Vinho Itapema é um ótimo momento para os apreciadores de vinhos reverenciarem diferentes rótulos e aprenderem mais sobre a degustação da bebida. O evento, em comemoração aos seus 10 anos, tem patrocínio da Decanter, Bellacatarina, Acqualive SC e Grupo Geração, e conta com apoio da Galeria de Arte Luciano Martins, da Flor de Liz e parceria da Alameda Casa Rosa.

Os ingressos para a última edição, que será realizada no dia 5 de dezembro, são limitados e estão disponíveis pelo site Blueticket e também nas lojas físicas da Blueticket e da Siqlo, no Beiramar Shopping, na Bellacatarina e na Decanter Florianópolis. A Alameda Casa Rosa conta com estacionamento próprio, para maior conforto dos participantes.

+ Próxima data da Confraria do Vinho Itapema 2018 

6ª edição: 5 de dezembro

Horário de início: 20h

Local: Alameda Casa Rosa (Rod. Admar Gonzaga, 3.401 – Itacorubi, Florianópolis)

Quanto: R$ 180,00

Ingressos: pelo site Blueticket e também nos pontos de venda: loja física da Blueticket (Beiramar Shopping), Siqlo (Beiramar Shopping), Bellacatarina (Av. Beiramar Norte, 5.036) e Decanter (R. Herman Blumenau, 207)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *